Busca por melhor qualidade de vida leva academias para Condomínios

Compartilhe esse post:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Nos últimos anos, com a mudança de hábitos em busca de uma vida mais saudável vem crescendo cada vez mais e as academias nos condomínios vem se tornando cada vez mais comuns, que junto com o acréscimo de mais uma área de lazer para os moradores vem a valorização monetária do imóvel.

Quando o condomínio possui uma academia bem equipada, benefícios como o aumento na qualidade de vida, segurança, comodidade e economia de tempo e dinheiro são pontos positivos para que os moradores façam o uso desse espaço, já que ter um local que oferece toda a estrutura necessária se torna um incentivo para a realização de seus exercícios.

Em contrapartida, em condomínios em que a academia está descuidada fazem com que os moradores não usem o espaço ou migrem para academias terceirizadas.

Neste segundo caso, medidas simples como uma pintura ou colocação de alguns espelhos e painéis já fazem toda a diferença. Podendo também, com ajuda de empresas especializadas, solicitar um orçamento de modernização do espaço com a compra de equipamentos novos e de alguns acessórios.  

Mas outros aspectos desse espaço comum, também são muito importantes. Por isso, siga abaixo algumas dicas de gestão e cuidado, e ainda, dicas de como implantar uma academia se acaso seu condomínio não possui.

Manutenção

Em relação à manutenção, quando os equipamentos são novos, até o prazo final de garantia o síndico não precisa se preocupar. Ao fim deste prazo, assinar um contrato de manutenção preventiva com o fornecedor, contribui para manter os equipamentos bem cuidados, evitando problemas e acidentes.

Não esqueça que os sistemas de refrigeração, elétrico e hidráulico da academia, como os equipamentos, também são muito importantes e que precisam de manutenção.

Limpeza

Como em qualquer área do condomínio, a academia também necessita de medidas de manutenção e limpeza. Além das orientações dadas pelos fornecedores, a higienização com álcool dos equipamentos é fundamental. Devido ao fato de serem dispositivos utilizados por muitas pessoas, resíduos corporais acabam ficando no equipamento, por isso a higienização deve acontecer periodicamente.

Regras

Um bom espaço e equipamentos de qualidade são fundamentais, mas se o seu condomínio possui academia, mas não possui regras, é importante defini-las para manter o bom funcionamento e a segurança de todos. Seguem alguns exemplos de regras:

  • Informar o horário de funcionamento com apoio profissional, e que o condômino que fizer uso da academia fora desses horários, está ciente de que o condomínio não se responsabilizará em caso de acidentes.
  • Informar a idade mínima para uso da academia.
  • É proibido o uso da academia por adolescentes entre 14 á à 18 anos desacompanhados pelos pais ou responsáveis.
  • É proibida a entrada de animais no espaço da academia.
  • Uso da academia exclusivo dos moradores, sendo proibida para visitantes.
  • Após o uso, halteres e colchonetes devem ser guardados.
  • Ao descumprimento das regras, o morador tem ciência que está sujeito à suspensão de uso, além de multas e advertências, dependendo da gravidade da infração.

Professor Profissional

A partir do momento em que o condomínio disponibiliza um sala de academia com uma série e equipamentos sem orientação, está se responsabilizando por qualquer dano causado aos usuários. Por isso, a orientação de um profissional qualificado é fundamental para que os condôminos se exercitem corretamente e com mais segurança.

Mas fique atento, não é qualquer um que pode fazer essa orientação. O profissional deverá estar registrado no CONFEF/CREF, além de ter que possuir graduação em Educação Física.

Como implantar uma academia no condomínio?

O primeiro passo é fazer uma assembleia para aprovação da implantação.  Se ao fim da assembleia a resposta for positiva, chegou o momento de planejar.

No planejamento é preciso pesquisar e definir fatores importantes, como saber quantos condôminos vão utilizar, e quais serão os horários de uso, para então definir qual o local em que será implementada, e quais serão os tipos de equipamentos utilizados. Nesse momento também é importante estabelecer um limite de orçamento.

Local: necessita-se de um espaço com cerca de 50m², arejado e de fácil acesso. É válido o síndico averiguar se o espaço  realmente comporta toda a estrutura necessária verificando se precisa de algum reparo, além das adequações que precisam ser feitas, como pisos emborrachados, saída de emergência e acessibilidade.

Equipamentos: equipamentos de uso doméstico, por exemplo, embora os custem menos, tendem a uma durar menos tempo também. Por isso opte por equipamentos profissionais por conta da durabilidade e segurança. Já as máquinas multiuso, além de não realizar todas as atividades que prometem, apenas pode-se fazer uma atividade por vez, o que gera filas e desorganização.

Antes de comprar qualquer produto faça orçamentos com diferentes empresas, há diversos aspectos a serem levados em conta, como: como marca, tipos, selos de segurança, além das condições e prazos de pagamento e entrega.

Para o orçamento dos equipamentos, pode-se solicitar junto com a empresa modelos de layout personalizados para a academia. Mas não esqueça que além das esteiras, bicicletas e aparelhos de musculação, acessórios, como halteres e colchonetes, espelhos, televisores e sistemas de ventilação também fazem parte da academia.

Esses orçamentos, podem ser levados para assembleia para um debate e serem ajustados conforme preferências e as necessidades dos condôminos. Para então fazer efetivação da compra e montagem final da academia.

Gostou desse conteúdo? Tem muito mais! Fique por dentro de tudo sobre gestão condominial no Síndicos Planning.

Compartilhe esse post:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin