Como e o que fazer quando um condômino tem atitudes antissociais.

Compartilhe esse post:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Fernando Willrich – Presidente do SECOVI de Florianópolis e Tubarão

Viver em condomínio exige muito controle emocional e paciência. Controle emocional por conta da convivência diária com pessoas que têm opiniões divergentes e estilos de vida diferentes. E paciência para não entrar em discussões desnecessárias.
Mas, e se o morador tem atitudes antissociais? 

Para orientar os Síndicos e participantes do workshop, convidamos o Presidente do SECOVI de Florianópolis e Tubarão, o Sr. Fernando Willrich, para apresentar o que o síndico pode fazer para controlar as divergências de moradores que estão gerando impossibilidade de convivência.

 

Willrich ministrou palestra com a tese de exclusão do condômino antissocial e as decisões judiciais que a fundamentam e apresentou as possibilidades legais e o que fazer quando um condômino tem atitudes antissociais.

 

Compartilhe esse post:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin