Como lidar com a inadimplência em condomínios?

Compartilhe esse post:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

A inadimplência é um grande desafio de muitos síndicos, já que acontece em praticamente todos os condomínios. Por isso, hoje vamos falar sobre esse tema tão importante e te dar algumas dicas de atitudes que você pode tomar para evitar a inadimplência em condomínios. Confira:

Antes de tudo, conscientize os moradores:

Então vamos lá: o primeiríssimo passo a tomar é evitar que a inadimplência aconteça ou aumente. Para isso, é essencial que os moradores entendam o que é a taxa condominial e por que ela é importante.

Pensando nisso, vale explicar aos moradores o que é a taxa condominial e apresentar, de forma transparente, como esse valor está sendo aplicado no condomínio.

Você ainda pode apontar quais são os impactos que a falta de pagamento dessas taxas pode causar na vida em condomínio.

 

Qual é a melhor maneira de abordar um morador inadimplente?

Porém, apesar de toda a conscientização que você fizer, é possível que existam moradores inadimplentes.

Nesses casos, é importante saber como abordar o morador da melhor forma.

 

O que é interessante fazer?

– Uma ótima primeira abordagem é aquela que se mostra mais amigável. Procure conversar com o devedor, ouça o que ele tem a dizer e mostre a verdadeira importância de ele quitar sua dívida. É interessante que essa conversa aconteça informalmente, de forma que o condômino não fique assustado ou se sinta encurralado. Dessa forma, você pode chegar a um bom acordo!

– Outra opção interessante é realizar um plantão de cobranças. Esse plantão serve para que os condôminos inadimplentes possam conversar sobre suas dívidas e, dessa forma, chegar a um acordo para pagá-las. Aqui também vale oferecer condições especiais de negociação, como abatimento de uma parte dos juros ou então o parcelamento da dívida.

– Já uma abordagem um pouco mais agressiva, mas ainda assim bastante válida, é cassar o direito de voto do morador inadimplente. O condômino que não está em dia com seus deveres em relação ao condomínio não deve ter o direito de votar nas decisões tomadas para o condomínio.

 

O que NÃO é interessante fazer?

NÃO divulgue listas dos moradores que devem ao condomínio! Essa atitude gera constrangimento a eles e, além de ser muito antiética, pode ser motivo para que o morador entre com uma ação judicial por danos morais.

 

O que é o devedor crônico e como evitá-lo?

Outro ponto importante é estar sempre atento ao devedor crônico. Esse é aquele morador que já possui mais de 5 meses de atraso em relação ao pagamento das taxas condominiais.

Dessa forma, entende-se que a sua dívida começa a se tornar cada vez mais difícil de ser paga.

Pensando nisso, é interessante que você fique bem atento já no primeiro pagamento em atraso. Procure o morador e tenha uma conversa amigável. Essa é a melhor maneira de evitar que a dívida desse morador aumente!

 

Em que momento é adequado tomar medidas judiciais?

Porém, sabemos que há casos que são mais complicados, nos quais as atitudes sugeridas acima podem falhar.

Se isso acontecer, aí sim é interessante que você entre com uma ação judicial. A recomendação é que se espere 90 dias para tomar esse tipo de ação.

Compartilhe esse post:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin