Elevador: entenda por que a manutenção pode evitar gastos desnecessários

Compartilhe esse post:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

É tão comum hoje em dia entrarmos num elevador que mal nos damos conta dele, não é mesmo? Esse equipamento é quase que indispensável atualmente, e também muito seguro, desde que receba a devida manutenção.

Sem a conservação devida, além do risco de acidentes, os elevadores podem ser um verdadeiro ralo de gastos em um condomínio. Quem faz o alerta é o engenheiro mecânico Júlio Pancera da LP Elevadores.

Peças gastas, que demoram a ser trocadas, custam caro para o edifício. Sem falar que o próprio elevador tem uma vida útil de uso”, explica.

A manutenção preventiva nada mais é do que uma ação de monitoramento do equipamento para que ele continue operando da mesma forma que saiu da fábrica e, dessa maneira, prolongar seu tempo de utilização. O principal objetivo é evitar ou atenuar possíveis falhas para preservar e restaurar a confiança do equipamento.

 

Existem basicamente 3 tipos de manutenções:

Manutenção corretiva: é feita após a ocorrência de uma pane, no qual é recolocado um item em condições de executar uma função requerida.

Manutenção preventiva: ocorre em intervalos predeterminados, ou de acordo com critérios prescritos, destinada a reduzir a probabilidade de falha ou a degradação do funcionamento de um item.

Manutenção preditiva: permite garantir uma qualidade de serviço desejada, com base na aplicação sistemática de técnicas de análise, utilizando-se de meios de supervisão centralizados ou de amostragem, para reduzir ao mínimo a manutenção preventiva e diminuir a manutenção corretiva.

Manutenção deve ser feita por profissional

Um alerta que o engenheiro Pancera faz é sobre os laudos de vistorias. Segundo o especialista, há muitas pessoas que não são habilitadas para assinar esses documentos, mas mesmo assim o fazem.

Muitas vezes, por falta de conhecimento, os síndicos contratam pessoas que nem poderiam acessar os elevadores, pelo fato de não serem habilitadas para isso. Tem muita gente no mercado que diz saber, mas na verdade não entende nada de manutenção”, comenta.

Outro alerta que ele faz é em relação à troca de elevadores. Trocar um modelo antigo por outro mais novo envolve muito mais que a simples substituição. Dependendo do caso, às vezes, a instalação e adequação para receber o novo equipamento podem custar mais que ele em si. Nesse caso é essencial que o condomínio contrate um especialista para fazer um estudo de viabilidade antes de decidir pela troca.

 

Workshop para síndicos

Assuntos como a importância da manutenção do elevador e outros tantos voltados para síndicos e administradoras de condomínio são abordados no workshop da Síndicos Planning. A programação envolve vários especialistas, que apresentam técnicas, ferramentas e soluções que permitem destacar o serviço do síndico no mercado condominial.

Os encontros ocorrem em várias cidades de Santa Catarina. O primeiro deles está marcado para o dia 18 de abril, em Blumenau. A programação completa e informações sobre as inscrições você pode conferir clicando aqui.

Outros quatro municípios também receberão o evento – Criciúma, Balneário Camboriú, Grande Florianópolis e Joinville. Os temas das palestras variam conforme a região do estado.

Fique bem informado! Participe!

Compartilhe esse post:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin