Segurança e prevenção de incêndios nos Condomínios Gerais e vagas de pânico nos Condomínios Edilícios

Compartilhe esse post:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Condomínios gerais são todos aqueles no qual o morador apenas é locatário, enquanto os condomínios edilícios se caracterizam por ter o morador do imóvel também como proprietário. Em ambos os casos, a segurança e prevenção de incêndios devem estar presentes, pois, o fogo quando descontrolado, devasta tudo à sua frente, caracterizando os incêndios.

Além desses sinistros, as preocupações dentro de um condomínio, seja residencial ou comercial, gira também em torno de quem está entrando e saindo. Geralmente, os veículos que acessam as garagens, são alvos mais vulneráveis, e por isso, existe a vaga de pânico.

A ideia consiste em reservar uma vaga na garagem apenas para situações de emergência, ou seja, a partir do momento em que um condômino estacionar neste local, o procedimento de segurança será iniciado, e é emitido um alerta para as autoridades. Por exemplo, caso uma pessoa má intencionada te ameace e entre no seu carro para conseguir ter acesso ao condomínio, você estaciona nessa vaga e emite o alerta.

É fundamental manter todos os moradores cientes do local da vaga e em quais situações é importante utilizar, além de procedimentos segurança e prevenção de incêndios.

Atualmente e felizmente, existem leis e normas (a principal elaboradora é a ABNT – Associação Brasileira de Normas e Técnicas), sobre o controle/manuseio correto de materiais inflamáveis, manutenção de equipamentos em geral, assistência técnica e elétrica de instalações nas edificações, além de treinamentos e procedimentos de evacuação.

Destacamos alguns tópicos importantes para contribuir na segurança e prevenir os incêndios no seu condomínio:

  • Respeite as sinalizações indicativas de incêndio, pois assim será possível tomar as decisões corretas e sair do local em segurança;
  • Não deixe nada que obstrua ou dificulte a passagem do acesso para as saídas, como por exemplo, as escadas.
  • Mantenha os extintores dentro do prazo de validade;
  • Não fume em locais proibidos, pois, pode haver produtos inflamáveis;
  • Tenha cuidado com equipamentos ligados na tomada e o superaquecimento;
  • Faça periodicamente manutenção de instalações e equipamentos elétricos.

Caso venha a acontecer essa fatalidade, existem alguns procedimentos que podem ajudar a evacuar o edifício em segurança, como por exemplo:

  • Mantenha a calma e peça ajuda aos bombeiros ou a brigada fixa do condomínio;
  • Dirija-se ao local de saída mais próximo;
  • Não utilize elevadores, desça pela escada;
  • Se conseguir, feche janelas e portas, pois a ausência de oxigênio diminui a propagação do fogo;
  • Em caso de muita fumaça e baixa visibilidade, rasteje pelo chão até a saída;
  • Procure molhar a roupa para manter a pele úmida;
  • Não salte pelo edifício.

Para aqueles que desejam combater o incêndio, é importante se inteirar mais sobre os equipamentos e procedimentos, pois nunca sabemos quando podemos salvar vidas.

Compartilhe esse post:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário!
Seu nome